Evangelho no Lar (15h30)

CE LUZ DA CARIDADE

EVANGELHO NO LAR E SUA IMPLANTAÇÃO

Toda quarta-feira às 15:30h (sala próxima a biblioteca)

Coordenadora: Gladys S. Chyla

 

FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ

SETOR DO ATENDIMENTO ESPIRITUAL NO CENTRO ESPÍRITA

EVANGELHO NO LAR E SUA IMPLANTAÇÃO 

 

 

OBJETIVO DA ATIVIDADE

Estimular por meio de campanhas a implantação da reunião da família no lar para o estudo do Evangelho de Jesus, conscientizando-a quanto à necessidade de vivenciar os ensinamentos morais do Evangelho no dia a dia.

 

FUNÇÃO

Desenvolver a Campanha Permanente sobre a Implantação do Evangelho no Lar e organizar a Implantação do Evangelho no Lar.

 

IMPLANTANDO O EVANGELHO NO LAR

Utilizar, como leitura, livros de mensagens com conteúdo evangélico;

A leitura deve ser pausada, clara e com boa dicção e após um comentário breve, claro e simples da página lida;

Evitar o intercâmbio mediúnico;

A prece inicial e final será concisa, em voz alta, para que os participantes possam acompanhar;

No Lar, a abertura do Evangelho ou do livro utilizado pode ser feita pelo chefe da família;

A água a ser fluidificada, deixar esta tarefa ao encargo somente do plano espiritual;

 

MEDIDAS PREVENTIVAS PARA O EVANGELHO NO LAR

Escolher um dos compartimentos da casa mais interiorizado, onde o grupo familiar possa se reunir em paz;

Deve-se desligar todo tipo de aparelho eletrônico como: celulares, rádios, TV, computadores e outros, para que não haja interferência na hora do Culto;

Minutos antes de começar o Culto, colocar uma música espiritual suave: que certamente servirá para preparar o ambiente;

Não deve ser utilizado qualquer objeto que possa ser motivo de adoração ou sortilégios como: imagens, quadros, velas, amuletos, ou outras coisas que possam atrair a atenção dos componentes do grupo;

Evitar conversações infrutíferas, corriqueiras, falando sobre o cotidiano, antes de começar a reunião do Culto do Lar;

Evitar chegar atrasado para a reunião, pois a entrada de um ou mais componentes do culto depois de começado quebra o ritmo dos trabalhos;

Se possível, não se retirar do recinto antes do término dos trabalhos, ficando até o final, quando todos se confraternizam por mais uma etapa concluída no campo do bem;

Pedir aos membros da casa que não vão participar, aguardar o término da reunião para falar com as pessoas que participaram;

Não realizar experiências mediúnicas;

Fixar a reunião exclusivamente nos textos evangélicos, como também os comentários, fugindo de qualquer alusão a fatos e notícias que estejam circulando na mídia, atraindo a atenção de milhares de pessoas;

Evitar suspender a reunião por motivo de passeios, acontecimentos fúteis ou de visitas inesperadas, que deverão ser convidadas a participar;

Informar a todos quanto à responsabilidade de cada um a respeito dos pensamentos e sentimentos de caridade e compaixão durante o Culto. 

 

FUNDAMENTAÇÃO DOUTRINÁRIA

“Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei e ele comigo”

( Apoc. 3:20)

 

“Quando o Evangelho penetra o Lar, o coração abre mais facilmente a porta ao Mestre Divino.”

Emmanuel - Livro: “Jesus no Lar” por Neio Lúcio Médium: Francisco Cândido Xavier

 

"Onde quer que se encontrem duas ou três pessoas reunidas em meu nome, eu com elas estarei“. Jesus (Mateus, 18:20)

 

“O Lar é a escola das almas, o templo onde a sabedoria divina nos habilita, pouco a pouco, ao grande entendimento da Humanidade.”

Livro: “Jesus no Lar” por Neio Lúcio Médium: Francisco Cândido Xavier

(Diálogo de Jesus com a esposa de Pedro)

 

O culto do Evangelho no lar não é uma inovação. É uma necessidade em toda parte, onde o cristianismo lança raízes de aperfeiçoamento e sublimação.

A Boa Nova seguiu da manjedoura para as praças públicas e avançou da casa humilde de Simão Pedro para a glorificação de Pentecostes.

Livro: ”Luz no Lar” Cap. 01 por Emmanuel psicografia Francisco Cândido Xavier

 

O CULTO CRISTÃO NO LAR

“A mensagem do Reino de Deus cada semana, na família, representa remédio valioso que consegue recompor das distonias psíquicas aqueles que jazem anestesiados sob o jugo de forças ultrizes e vingadoras de existências pretéritas.”  (Ultrizes: que tira desforra)

Livro: “Florações Evangélicas” Cap. 03 por Joanna de Ângelis psicografia Divaldo Franco

 

“Há mais enfermos no mundo do que se supõe que existam.

Isto porque, no reduto familiar raramente fecundam a conversação edificante, o entendimento fraterno, a tolerânciageral, o amor desinteressado... Vinculados por compromissos vigorosos para a própria evolução, os Espíritos reencarnam-se no mesmo grupo cromossomático, endividados entre si, para o necessário reajustamento.”

Livro: “Florações Evangélicas” Cap. 03 por Joanna de Ângelis psicografia Divaldo Franco

 

“Todos nascem ou renascem nos núcleos familiares e sociais de que necessitam para aprimorar-se, e não conforme se assevera tradicionalmente: que merecem.”

Livro: “O Ser Consciente” Cap. 0I por Joanna de Ângelis psicografia Divaldo Franco

 

“Todas as chagas morais são provenientes da má educação. Reformá-la, colocá-la sobre novas bases traria à Humanidade consequências inestimáveis. Instruamos a juventude, esclareçamos sua inteligência, mas, antes de tudo, falemos ao seu coração, ensinemos-lhe a despojar-se das suas imperfeições. Lembremo-nos de que sabedoria por excelência consiste em nos tornarmos melhores.”

Livro: “Depois da Morte” por Léon Denis

“Cristo, porém, quando se adentra pelo portal do lar, modifica a paisagem espiritual do recinto.”

Livro: “Florações Evangélicas” Cap. 03 por Joanna de Ângelis psicografia Divaldo Franco

 

“A Sua presença produz sinais evidentes de paz, e aqueles que antes experimentavam repulsa pelo ajuntamento doméstico descobrem sintomas de identificação, necessidade de auxilio mútuo.”

Livro: “Florações Evangélicas” Cap. 03 por Joanna de Ângelis psicografia Divaldo Franco

 

“Com Jesus em casa acendem-se as claridades para o futuro, a iluminar as sombras que campeiam desde agora.”

Livro: “Florações Evangélicas” Cap. 03 por Joanna de Ângelis psicografia Divaldo Franco

 

“Quando o Cristo penetra a alma do discípulo, refá-la, quando visita a família em prece, sustenta-a.”

Livro: “Florações Evangélicas” Cap. 03 por Joanna de Ângelis psicografia Divaldo Franco

 

“Faze do teu lar um santuário onde se possa aspirar o aroma da felicidade e fruir o néctar da paz.”

Livro: “Florações Evangélicas” Cap. 03 por Joanna de Ângelis psicografia Divaldo Franco

 

“A proteção da Esfera Superior é inegável para todos nós que ainda nos movimentamos na sombra.

Ai de nós, todavia, se não procurarmos as bênçãos da luz.”

Livro: “Agenda Cristã”, Cap. 43 por André Luiz psicografia Francisco Cândido Xavier

 

“A melhor escola de preparação das almas reencarnadas na Terra ainda é o lar, onde a criatura deve receber as bases do sentimento e do caráter. Os estabelecimentos de ensino, propriamente do mundo, podem instruir, mas só o instituto da Família pode educar. É por essa razão que a universidade poderá fazer o cidadão, mas somente o lar pode edificar o homem.”

Livro: “O Consolador” p.73 por Emmanuel psicografia Francisco Cândido Xavier

 

“Na sua grandiosa tarefa de cristianização, essa é a profunda finalidade do Espiritismo evangélico, no sentido de iluminar a consciência da criatura, a fim de que o lar se refaça e novo ciclo de progresso espiritual se traduza, entre os homens, em lares cristãos, para a nova era da Humanidade.”

Livro: “O Consolador” p.73 por Emmanuel psicografia Francisco Cândido Xavier

 

“O lar não é apenas o domicílio dos corpos... É o ninho das almas, em cujo doce aconchego desenvolvemos as asas que nos transportarão aos cumes da glória eterna. Aceitemos a provação e a dor, como abençoadas instrutoras de nossa romagem para Deus...”

Livro: “Entre a Terra e o Céu” p. 196 por André Luiz psicografia Francisco Cândido Xavier

 

“O mundo pode fabricar novas indústrias, novos arranha-céus, erguer estátuas e cidades, mas, sem a bênção do lar, nunca haverá felicidade verdadeira.”

Livro: “Os Mensageiros” p. 194 por André Luiz psicografia Francisco Cândido Xavier

 

“Os quadros de viciação mental, ignorância e sofrimentos nos laressem equilíbrio religioso, são muito grandes. Onde não existe organização espiritual, não há defesa da paz de espírito. Isto é intuitivo para todos que estimem o reto pensamento.”

Livro: “Missionários da Luz” p. 118 por André Luiz psicografia Francisco Cândido Xavier

 

“O lar digno, santuário em que a vida se manifesta, na formação de corpos abençoados para a experiência da alma, é uma instituição venerável, sobre a qual se concentram as atenções da Providência Divina; entretanto, junto dele, dispomos igualmente das associações de seres que se aglutinam uns aos outros, nos sentimentos mais puros, em favor das obras da caridade e da educação.”

Livro: “Ação e Reação” p. 204 por André Luiz psicografia Francisco Cândido Xavier

 

“– Quando o Ministério do Auxílio me confia crianças ao lar, minhas horas de serviço são contadas em dobro, o que lhe pode dar ideia da importância do serviço maternal no plano terreno. Entretanto, quando isso não acontece, tenho meus deveres diuturnos nos trabalhos de enfermagem, com a semana de quarenta e oito horas de tarefa.”

Livro: “Nosso Lar” p. 110/114 por André Luiz psicografia Francisco Cândido Xavier

 

No Livro “Os Mensageiros”, do capítulo 34 ao 37, André Luiz nos traz uma verdadeira riqueza de detalhes sobre a importância, necessidade e benefícios que o Evangelho no Lar proporciona.

Ao abrir a porta, Isidoro saudou-os dizendo:

“A casa pertence a todos os cooperadores fiéis do serviço cristão.”

Aí a razão em dizer que, quando as criaturas reúnem-se nas bênçãos do Culto Evangélico no Lar, terão, como anjo guardião de sua família um Espírito protetor, de um coração ao nível de esforço paternal.

 

No Livro “Obreiros da Vida Eterna” André Luiz nos mostra outros detalhes de suma importância para o nosso conhecimento e aprendizado. Citando algumas desencarnações, em famílias diferentes, ele nos chama a atenção para as desencarnações de Dimas, Fábio, Albina, Cavalcante e Adelaide, mostrando a diferença que há quando se dedica ao Evangelho de Jesus, procurando modificar o próprio intimo.

 

“A educação abrange área muito grande, na quase totalidade da vida. No período de formação do homem é pedra fundamental, por isso que ao instituto da família compete a indeclinável tarefa, porquanto, pela educação, e não pela instrução apenas, se dará a transformação do indivíduo e consequentemente da humanidade.”

Livro: “S.O.S. Família” por Joanna de Ângelis psicografia Divaldo Franco

 

“Todas as chagas morais são provenientes da má educação. Reformá-la, colocá-la sobre novas bases traria à Humanidade consequências inestimáveis. Instruamos a juventude, esclareçamos sua inteligência, mas, antes de tudo, falemos ao seu coração, ensinemos-lhe a despojar-se das suas imperfeições. Lembremo-nos de que sabedoria por excelência consiste em nos tornarmos melhores.”

Livro: “Depois da Morte” por Léon Denis

 

A casa que faz Evangelho no Lar, há um mês, já tem uma luz pequenina, envolta com uma cúpula brilhante. A casa que faz o Evangelho, há dez anos, tem uma luz enorme, pois que cada vez aumentam mais os clarões espirituais.

A leitura dos ensinamentos do Mestre, a força das vibrações feitas com Amor e a ajuda do Alto, impregnando, em cada reunião, substancias curadoras e fortificantes, tornam a casa um verdadeiro celeiro de luz!

 

“Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei e ele comigo” (Apocalipse 3:20)

 

"Onde quer que se encontrem duas ou três pessoas reunidas em meu nome, eu com elas estarei".

Jesus (Mateus, 18:20)